Sérgio Barroso em entrevista na “Revista Escolhas”

14-10-2013

A Escolhas, revista do Programa Escolhas, inclui na sua publicação trimestral de Outubro uma entrevista com Sérgio Barroso, diretor do CEDRU e avaliador do Programa no âmbito do Observatório do QREN. O geógrafo enfatiza o papel profícuo do Escolhas na inclusão social de crianças e jovens provenientes de contextos mais vulneráveis.

A entrevista pode ser lida nas páginas 8 e 9 da revista:

Fonte: Revista Escolhas

Participação do CEDRU no PAIS – Programa Avançado em Inovação Social

13-10-2013

O CES – Centro de Estudos Sociais vai organizar o curso de formação avançada “PAIS – Programa Avançado em Inovação Social”, que se realizará nos dias 28 e 29 de Outubro no Auditório do Centro de Informação Urbana de Lisboa. O PAIS visa a partilha de experiências e a identificação de novos domínios de cooperação e trabalho colaborativo, face ao aumento exponencial de necessidades e da procura de respostas e soluções propiciadoras de autonomia a cidadãos e comunidades em situação de fragilidade e risco social. Sérgio Barroso será um dos oradores, juntamente com outras Entidades e Organizações, Investigadores e Profissionais com necessidades e práticas nos domínios da Inovação Social.

O programa pode ser consultado em: Programa

O POOC Ovar-Marinha Grande e as necessidades dos pescadores e dos surfistas: documentário filmado para o canal televisivo ARTE

26-09-2013

Realizou-se no CEMAR – Centro de Estudos do Mar, a filmagem de um documentário para o canal de televisão franco-alemão ARTE, no âmbito do POOC Ovar-Marinha Grande. A sessão contou com a participação de vários intervenientes ligados ao património natural e ambiental, ao surf, à pesca, e à história e cultura marítima no litoral abrangido pelo Plano de Ordenamento da Orla Costeira, entre os quais Sérgio Barroso, coordenador do POOC. A sua participação no documentário pode ser vista em http://www.youtube.com/watch?v=R7N9RHGyCNU 

Fonte: A Voz da Figueira

Fonte: Diário das Beiras

Seminário de Encerramento do Projeto “Rede de Cidades CenCyL”

05-07-2013

O Ayiuntamento de Salamanca realizou, no dia 28 de junho, em Salamanca, o Seminário de Encerramento do Projeto “Rede de Cidades CenCyL”. Heitor Gomes apresentou o Plano de Desenvolvimento Regional da Rede de Cidades, elaborado pelo CEDRU e pela empresa espanhola TAU – Planificación Territorial, SL.

O Plano foi desenvolvido no âmbito de uma candidatura ao POCTEP – Programa de Cooperação Transfronteiriça Portugal/Espanha 2007-2013, numa parceria que envolve as cidades de Aveiro, Guarda, Coimbra, Figueira da Foz e Viseu (Portugal), Salamanca, Ciudad Rodrigo e Valladolid (Espanha).

Avaliação PO Algarve

27-06-2013

A Autoridade de Gestão do Programa Operacional Algarve 21 está atualmente a promover a realização da Avaliação Intercalar do Programa Operacional Algarve 21 2007-2013, trabalho que está a ser desenvolvido pela Augusto Mateus & Associados com a colaboração do CEDRU.

Uma das dimensões da implementação do Programa em foco nesta avaliação está relacionada com a sua estratégia de comunicação, nomeadamente com a avaliação da implementação e dos resultados do Plano de Comunicação do Programa.

De modo a recolher informação adicional que permita avaliar, por um lado, a eficácia da estratégia de comunicação junto da comunicação social e, por outro, avaliar o impacte da estratégia de comunicação do PO em termos da sua notoriedade junto da opinião pública, realizou-se no dia 7 de Junho uma sessão Focus Group onde representantes de órgãos de comunicação social foram convidados a pronunciar-se sobre estas temáticas.

Fonte: Barlavento

“QREN evita mais de 850 mil toneladas de emissões de CO2”

26-06-2013

O estudo de “Avaliação sobre o contributo das intervenções do QREN em contexto urbano para o aumento da eficiência energética” elaborado pelo CEDRU, em colaboração com a Augusto Mateus & Associados, permitiu apurar que “As intervenções do QREN (…) no domínio da eficiência energética vão permitir uma redução do consumo energético, para o período de 2013-2016, na ordem dos 352 534 tep (toneladas equivalentes de petróleo), a que correspondem 858 391 toneladas de emissões de CO2 evitadas.”, como relata o jornal Vida Económica. Os resultados são também divulgados por outras fontes noticiosas:

Jornal Arquitecturas

Jornal da Madeira

Visão 

Diário de Coimbra

Diário das Beiras

Relatórios “Cities of Tomorrow: Action Today”

19-06-2013

Já estão disponíveis os sete estudos temáticos “Cities of Tomorrow: Action Today” promovidos pelo URBACT. Os Relatórios cobrem diferentes temáticas relevantes para as cidades europeias, como o desenvolvimento urbano integrado e sustentável, o emprego, a inovação social, a mobilidade e a eficiência energética. O estudo “Mais Emprego: Melhores Cidades”, foi coordenado por Alison Partridge e contou com a colaboração do CEDRU.

Fonte: urbact.eu

Professor Jorge Gaspar homenageado no Fundão

“Não há desenvolvimento sem sentimento”
“A ideia foi defendida por Jorge Gaspar durante a homenagem do município do Fundão ao conhecido geógrafo, no âmbito do forum Viver Local, Cidadania Global, que decorreu durante dois dias na Moagem. À homenagem, associaram-se também os autarcas de Covilhã e de Castelo Branco.”

Fonte: Rádio Cova da Beira


Foto por CEDRU

Concertos em Rede 2013 – Música nos Mosteiros Portugueses Património da Humanidade

07-06-2013

No âmbito da programação cultural em rede dos Mosteiros Portugueses Património Mundial, cujo Programa Estratégico foi elaborado pelo CEDRU, a DGPC retoma em 2013 o ciclo musical Concertos em Rede-Música nos Mosteiros. De 1 de Junho a 24 de Agosto, os músicos da Orquestra de Câmara Portuguesa, da Orquestra de Jazz de Matosinhos e Mário Laginha Trio executarão obras clássicas, românticas e contemporâneas. Da universalidade de Beethoven e Chopin à portugalidade de Pedro Carneiro, João Paulo Esteves da Silva e Mário Laginha, a Rede de Mosteiros Portugueses Património Mundial espera por si.

Fonte: Igespar

Mar conquista metro e meio todos os anos no litoral aveirense

29-05-2013

Para além da manutenção da linha de costa e salvaguarda das faixas de risco face à ocupação humana, o plano (POOC) pretende valorizar praias, proteger a riqueza da biodiversidade e potenciar atividades económicas e turísticas. Tanto em terra como no mar. “Pela primeira vez, o POOC será articulado com o ordenamento marítimo, estabelecendo uma ligação à economia do mar e articulando a criação de zonas de aquacultura, pesca xávega e energias renováveis, entre outras, com o turismo das praias e biodiversidade”, diz Fátima Alves.

Fonte: JN